quarta-feira, 27 de junho de 2012

Quatro Creepypastas Curtas de Pokemon 3

Trouxe a terceira parte das creepypastas de pokemon que procuro na net. Dessa vez com creepys também da quinta geração! Aproveitem.

Link para parte 1:

Link para parte 2:

Hypno’s Lullaby


Você nunca notou algo estranho no pokemon Hypno? Além das feições bem impróprias para um jogo infantil, existem na pokeagenda americana da primeira geração uma informação perturbadora.

"Ele carrega um dispositivo pendular. Uma vez esteve envolvido em um incidente em que levou uma criança hipnotizada."

Levou uma criança. Para fazer o que com ela?

Baseado nessa lenda surgiu a Hypno’s Lullaby, a canção de ninar de Hypno

Versão em português:

"Vamos crianças, venha comigo 
Segura e feliz, você será 
Longe de suas casas, agora vamos correr 
Com Hypno, você vai se divertir muito 

Ah, meninos, por favor não chore 
Hypno não machucaria uma mosca 
Ser livre, ser livre, ser livre, para jogar 
Desça na minha caverna e comigo fique 

Oh filhinhos, por favor, não se contorça 
Essas cordas, eu sei, vão te abraçar firme 
Hypno disse muitas coisas
Mas, infelizmente, Hypno mentiu para você 

Oh filhinhos, vocês não deviam deixar 
Sua família por você sofrerá 
Suas mentes irei desvendar as costuras 
Permitindo-me a assombrar seus sonhos 

Mas, certamente, todos vocês devem saber 
Já é hora de você ir 
Oh filhinhos, vocês não eram inteligentes 
Agora você deve ficar comigo para sempre. "


É conhecido o fato que Hypno se alimenta de sonhos e ataca pessoas distraídas. Então cuidado com o que você procura em seus pensamentos. Bons pesadelos.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O que me tornei

“Onde estou, o-o que aconteceu comigo?
Eu não lembro de nada, estou vagando por essa caverna a tanto tempo. Não consigo achar a saída. Onde está meu rosto, por quê não sinto meu corpo direito?
U-uma luz? Tem alguém ali! Me ajude!
O-olhe! Este é meu rosto, vê? Esculpi nessa máscara com barro, eu sou humano c-como você.
Não, espere, por que está me atacando, o que eu fiz?

...

N-Não é justo, por que me tratam assim? Está tudo tão confuso... como fui chegar a esse ponto?

Eu não me lembro... espere... e-estão voltando... as lembranças... eu morri.

Agora me lembro, morri em um acidente. Isso é o além, é isso que nos aguarda depois da morte? O que eu me tornei? Não é justo, eu sou humano como vocês! Me ajudem! Socorro! Por que não me escutam? Eu preciso de ajuda”

White, por quê seu Yamask está tão agitado hoje? 


-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A Era de Nascimento dos Lendários


A cada geração de pokemons um novo grupo de lendários é criado, certo? Bem... não tenha tanta certeza. Segundo uma teoria muito famosa na net alguns jogadores acreditam que todos os lendários de todos os continentes (Kanto, Johto, Hoenn, Sinnoh e Unova) estão conectados e foram criados cada um a seu propósito por Arceus, o deus do universo pokemon.
No começo, antes do universo nasceu o primeiro pokemon Arceus. Arceus criou três seres: Mew para ajudar a criar o universo, Dialga para controlar o tempo, Palkia para controlar o espaço.
Arceus também criou Giratina para levar a alma dos Pokémons mortos para o Mundo Inferior. Mas, por causa de sua agressividade, Giratina foi banido. Vive atualmente no Torn World.
Em Arceus and the Jewel of Life!, Palkia, Dialga e Giratina lutam juntos contra Arceus, um ato que ele vê como traição.
Arceus criou outros três seres: AzelfUxie e Mesprit que supostamente nasceram do mesmo ovo. Estes três Pokémons criaram o espírito. Azelf deu o desejo (força) aos humanos, Uxie deu a sabedoria aos humanos e Mesprit deu as emoções aos humanos.
O Deus Pokemon criou Groudon para criar e controlar a terra, Kyogre para criar e controlar a água e Rayquaza para criar e controlar o ar. Groudon e Kyogre,
 por serem massas opostas, entraram em uma grande batalha, quase destruindo tudo aquilo que criaram; então Rayquaza, para pôr um fim na batalha, desceu dos céus e adormeceu ambos. Supostamente, Rayquaza cria Regigigas após a batalha, e Regigigas passa sua alma para três corpos: RegirockRegice e Registeel.
Arceus deu origem a Heatran, que controla a lava; estado, seu jeito e seus fenômenos.
Ele deu origem a Cresselia, a qual ficou encarregada de controlar os sonhos, que é o oposto de Darkrai, responsável pelos pesadelos.
Criou, também, dois irmãos, conhecidos como Latias e Latios, para juntos serem os guardiões do infinito, isto é, das outras dimensões e Mundos Paralelos.
Arceus fez Celebi e Shaymin para juntos controlar e proteger a natureza. Há uma suposta relação entre Celebi, que pode viajar no tempo, e Dialga, criador e controlador do mesmo.
Arceus originou Lugia e Ho-Oh, como aves irmãs, para levarem a paz e a prosperidade aos humanos. Lugia morava numa torre e Ho-Oh em outra, todavia, estes Pokémons tinham uma rivalidade territorial, rivalidade que provoca uma batalha para ver quem cederia a localidade. Contudo, no meio da batalha, um raio incendiou a torre de Lugia, forçando-lhe a ceder seu território e a procurar uma nova morada: os mares. Para glorificar seu poder, Ho-Oh cria três Pokémons: Raikou (o raio que atingiu a torre), Entei (o fogo que foi gerado pelo raio) e Suicune (a chuva que apagou o fogo).
Lugia foi morar próximo a três ilhas que ficavam em volta de uma única e assim como Ho-Oh, para provar que tinha poder, criou três Pokémons: Articuno para a primeira ilha, o gelo; Zapdos, para a segunda ilha, o raio; e Moltres, o fogo, para terceira ilha.
Arceus criou Jirachi para ser a Estrela dos Desejos, ou seja, que ela fosse os sonhos e as esperanças dos humanos, trabalhando em conjunto com Azelf. Como esse é viajante do tempo também tem uma ligação com Palkia, criador e controlador deste.
Ele também gerou Manaphy para ser o Príncipe dos Mares, ou seja, controlá-los, junto de Lugia, que controla as correntes marítimas. Kyogre, criador dos mares, foi adormecido por Rayquaza.
Não há certeza sobre a origem de Deoxys, o guardião dos planetas..
MewtwoPhione, Regigigas, Regice, Regirock e Registeel são os únicos lendários não diretamente criados por Arceus. Mewtwo foi desenvolvido pelos humanos a partir do material genético (DNA) de Mew, para superá-lo. Phione é o filho de Manaphy é considerado como lendário, pois foi gerado por um, e os 4 Regis foram supostamente criados por Rayquaza.
Ainda existem as histórias contadas pelas plates de Sinnoh e na Canalave Library das versões Diamond and Pearl, que parecem integrar essa teoria com poucas variações.
Arceus começa a existir. Segundo o livro, no jogo, The Original Story (a história original), Arceus nasceu de um ovo em um vórtex de puro caos. Após seu nascimento, ele criou dois seres, o tempo (Dialga) e o espaço (Palkia), provenientes dele mesmo, criando o Universo, e depois mais três seres pokémon (Azelf, Uxie e Mesprit), o trio de pokémons psíquicos de lago.
As lendas dizem que esse trio místico nasceu do mesmo ovo. Enquanto Arceus cai em sono profundo, a matéria é criada pelos pokémons que ele criou. Dialga controla o tempo e Palkia o espaço.
Azelf, Uxie, e Mesprit; que respectivamente representam os poderes de Deus (judeu), onipotência, onisciência e onipresença; criaram o espírito. Uxie é referido como "The Being of Knowledge", pois dizem que a sabedoria que enriquece a vida humana foi trazida com seu nascimento. Mesprit é referido como "The Being of Emotion", pois ensinou aos humanos a sentirem emoções, como exemplo, a dor da tristeza e o valor da alegria. Azelf é referido como "The Being of Willpower", pois pode fazer as pessoas desistirem de uma atividade ou fazê-las tentarem essa atividade repetidamente. Dizem que foi Azelf que deu a força aos humanos e que ele mantém o equilíbrio do mundo.
Acredita-se que Giratina foi criada também por Arceus e que esse pokémon vive num mundo reverso ao nosso, na borda das dimensões, onde pokémons mortos habitam. Aparece em velhos cemitérios, com o papel de levar as almas para o mundo em que vive. Após sua criação, ela desaparece em uma dimensão alternativa.
De Arceus veio Mew, o qual seria seu ajudante na criação do universo e dos pokémons, de Dialga veio Celebi, o viajante do tempo e de Palkia veio Jirachi, a estrela dos desejos.
Ou seja, pokemon agora já possui uma religião própria, Arceus criou os pokemons e os humanos. Como poderiam eles se rebelar, entendam tentar capturar, seu criador?

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

De volta do lixo

Eles tinham feito a obra toda de forma legalizada, mas haviam consumido as florestas e parte das montanhas no processo.

Até hoje não tenho certeza do porque “eles” fizeram aquilo. Ou do porque me pouparam.

Mas aconteceu já bem tarde, eu não trabalhava na obra, estava apenas de passagem por ela. Tropecei em um barranco e rolei até cair bem no meio de uma pilha de lixo. Só aí fui notar a quantidade de detritos que aquela obra produziu.

Lixo, restos de comida, tubos e concreto. Existia uma pilha enorme de tudo disso. Lembro de ter pensado que aquele era um processo natural da construção de um edifício. E, afinal, as obras já estavam bem adiantadas.

Mas algo aconteceu.

A pilha de lixo onde eu estava começou a tremer violentamente. Eu caí na parte mais baixa dela.

Então vi eles surgirem.

Acredito que eles não estavam lá antes, digo, eu conheço Trubbish e sei que eles gostam de lixo, mas esses brotaram do chão, como se o lixo tivesse ganho vida de uma hora pra outra. Aos montes, às centenas. Logo percebi que aquela não era uma reunião pokemon qualquer. Os olhos deles. Eles estavam furiosos.

A pilha enorme de entulho se transformou praticamente em montes desses pokemons, e surpreendentemente alguns começaram a evoluir para Garbodor bem na minha frente. O jeito que estavam me olhando. Por um segundo acreditei que era meu fim.

Mas me enganei. Eles me ignoraram. Seus olhares estavam fixos na obra, eu não estava preparado para o que vinha a seguir.

Eles começaram a destruir tudo. Atacaram as vigas, os pilares. As evoluções se concentravam e derrubar as partes maiores. Mas o pior foi o que aconteceu com os trabalhadores que estavam trabalhando lá até aquele horário.

Assisti aterrorizado eles serem mortos a mordidas e esmagados pelos punhos de concreto de Garbodor. Eles expeliam gases tóxicos e cuspiam ácido nos trabalhadores, que gritavam de dor. Até onde sei nenhum foi poupado. Mas eu não consegui olhar por muito tempo.


Percebi o que estava acontecendo e corri como nunca havia corrida na minha vida.
O edifício desabou. Os Trubbish e Garbodores nem tentaram fugir. Vi de longe eles serem soterrados junto com os trabalhadores. Só depois de algum tempo percebi que eles haviam aparecido justamente pra aquilo. Não tinham intenção de parar desde o início.
As vezes a natureza manda mensagens que passamos dos limites. Os pokemons evoluem com os anos e parecem querer dizer a nós que eles também... estão preparados para punir nossos excessos.

Parte 4:
http://creepyattic.blogspot.com.br/2013/01/quatro-creepypastas-curtas-de-pokemon-4.html

3 comentários:

Naiiane Sama disse...

*---* posta mais creepys do pokemon, adoro

Rodrigo Souza "Freakabout" disse...

Estou preparando uma nova parte pra postar em breve Naiiane XD

Gustavo Henrrique Silva disse...

Faz uma parte so de creepys assustadoras tipo a da pasagens secreta em lavende town e bem assustadora eu msm nao aguentei ver tudo