segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Zalgo - o lado negro do Meme



Talvez uma das maiores marcas da liberdade de expressão da internet sejam os memes. Pois os memes são coisas fáceis de criar, de reproduzir. 

Veja bem, para definir  o termo meme, normalmente é citado o bestseller "O Gene Egoísta", escrito por Richard Dawkins em 1976. Nele Dawkins define um meme como “uma unidade de evolução cultural” que se propaga de indivíduo para indivíduo. Um meme é como uma unidade de informação que se multiplica de cérebro em cérebro, como uma unidade de evolução cultural que pode de alguma forma autopropagar-se. Os memes podem ser idéias ou partes de idéias, línguas, sons, desenhos, capacidades, valores estéticos e morais, ou qualquer outra coisa que possa ser aprendida facilmente e transmitida enquanto unidade autónoma. O estudo dos modelos evolutivos da transferência de informação é conhecido como memética. Quando usado num contexto coloquial e não especializado, o termo meme pode significar apenas a transmissão de informação de uma mente para outra. Este uso aproxima o termo da analogia da “linguagem como vírus”. (MEME, 2010)

Bem, não se sabe ao certo como e quando o termo meme chegou à internet,e a ser utilizado para designar imagens e tirinhas virais cômicas, mas acredito não ser errado chamar essa cultura assim como as "rage faces" ("Forever Alone", "Trollface") de memes, afinal, como acabamos de ver, um meme é um comportamento que se repete, uma ação comum que é realizada sem perceber, uma informação que o cérebro repete imitando situações já vividas, que é justamente o que acontece dentro das tirinhas e das imagens envolvendo os memes.



E aí chegamos à Zalgo.



Zalgo é um meme divulgado na internet com o intuito de passar uma sensação de caos e desordem a quem vê, e uma certa dose de horror. Vem mostrando alguma figura ou tirinha já conhecida e mostra o personagem com os olhos mostrando manchas pretas e essa mancha escorrendo pelo rosto, acompanhado da palavra ZALGO também. Às vezes a frase "He comes" aparece na cena. 



As primeiras referências à Zalgo datam de 02 de Dezembro de 2008, em tirinhas intituladas “The Zalgo Comic Chronicles.” São tirinhas que não fazem muito sentido, mostrando cenas com Garfield ou Mafalda tendo suas faces derretida em forma de tentáculos, e frases perversas.

Bem, Zalgo é um meme pouco conhecido, praticamente underground, mas ainda assim você acha muitas referências a ele na internet. 
Praticamente todo meme têm uma versão Zalgo bizarra.



Mas você não acha que terminha por aí, acha?

Você realmente sabe o que significa Zalgo?

É tão fácil criar uma tirinha, uma legenda em um meme popular. Talvez você já tenha criado uma, existem diversos programas para criar essas coisas na net.



Talvez você já tenha visto as imagens de Zalgo na net e achou divertido, é tão simples... pegue um meme, corrompa-o, retire seus olhos, pronto! Zalgo! Não é nada não é? É só diversão, você não é um criminoso por isso.

Não. Não é tão simples assim.

Vou contar uma verdade para você, o conceito em que Zalgo se inspira não é uma coisa nova. 



Em 1920 o escritor H.P. Lovecraft criou a criatura Cthulhu, cujo nome também pode ser pronunciado como KAH-THOO-LOO” or “CHA-THOO-LAH”. Ele seria um Deus maligno do caos que possuía milhares de seguidores, todos fanáticos, Esse Deus exigia sacrifícios e era fonte de loucura ilimitada. Após o seu lançamento em "The Call of Cthulhu", o personagem de Lovecraft tornou-se famoso dentro da cultura nerd como um dos mais malignos deuses, sendo bem conhecido até hoje. Semelhanças com Zalgo? Não é coincidência. A presença dos tentáculos, o caos, a falta de sentido estão presentes em ambos os casos, o meme foi claramente influenciado por ele.

Mas o pior é que não é só isso.

Se eu dissesse a você que muitos acreditam que Lovecraft baseou seu personagem em um deus existente que realmente foi cultuado? 


Esse "Deus" sumério (persa em algumas traduções) seria de onde Lovecraft tirou sua inspiração, sendo que a história se torna obtusa em alguns pontos. Não vou tentar aqui transmitir a história toda mas tentarei dar a você a verdadeira mensagem de Zalgo.

Esse Deus, essa entidade em muito se difere do diabo descrita na Bíblia, ele não deseja tomar o mundo, derrubar Deus de seu posto ou comandar exércitos, essa talvez seja a pior parte.

É a Loucura.

É isso que ele deseja. Está bem claro no resultado das pesquisas ao culto e ao temor que os sumérios tinham a ele. Ele quer ver o mundo se devorar, as pessoas se destruírem. comumente são relacionadas ao culto orgias e matanças sem fim, como se fossem uma coisa só. Dor e prazer, vida e morte, criação e destruição. Eu não entendo o que isso significa, espero que você também não.

Zalgo,  Cthulhu e o Deus Sumério. Seriam apenas coincidências? Ou talvez uma mensagem por trás de tudo? Talvez os três sejam faces da loucura do ser humano, dos pequenos desejos suicidas e homicidas escondidos dentro de cada um. Ou algo externo?


Independente do que seja, existe mais uma semelhança entre os três. 


"He Comes" escrito nas tirinhas Zalgo. Cthulhu dormindo nas profundezas aguardando o fim do mundo. É a promessa da vinda. Todos eles possuem em sua história o momento de seu apogeu no futuro.


E bem... De acordo com os sumérios, seu louco Deus tentaria dominar o mundo pouco a pouco. Sua loucura mancharia gradativamente os homens, até a barreira que o prendia enfraquecesse. E ele pudesse vir ao mundo.


Meme é a expressão que reproduz aquilo que as pessoas repetem porquê está escrito assim dentro de nossos cérebros.

Cuidado com a Loucura. Cuidado ao repetir Zalgo.



6 comentários:

Luminus Octavius disse...

Faz cerca de um mês que venho pesquisando à respeito desse mito denominado "Zalgo". Encontrei uma tirinha certa noite, bastante perturbadora e, por adorar esse tipo de conteúdo, busquei respostas em muitos sites e blogs.
Sua página está bem esclarecedora e foi uma das melhores que encontrei! Continue com seu trabalho sobre essas "lendas da Internet", pois está indo muito bem!
Um abraço.

Rodrigo Souza "Freakabout" disse...

o.o blz, legal que você gostou, pesquisei em alguns sites americanos

Anonymous Alchemist disse...

Interessante mas vc falou uma abóbrinha; o próprio Lovecraft já afirmou que a origem de seus deuses em toda a Cthulhu Mythos vem de seu subconsciente, o gênio do terror desde muito pequeno sofria de horrendos pesadelos, um dia ele decidiu tornar o problema em algo útil e passou a transcrevê-los ao papel. O criador do Zalgo, também de maneira semelhante já admitiu que Zalgo é criação sua e não baseado em nada já que "ele jamais usaria uma fonte tão 'nerd' quanto Lovecraft".
De mais a mais, a loucura sempre foi algo fascinante aos homens e não foram apenas aos sumérios o cargo de criar um deus da loucura; os gregos por exemplo na falta de um deus tinham dois: Pã, o deus do pânico, do desespero (e das florestas) cujo grito causava insanidade a quem ouvia e Dionísio, deus do vinho, da orgia e da loucura, cabendo a ele remover a sanidade de quem ele bem entendia. Os romanos adicionaram ao panteão mais uma deusa com essa função, no caso, Moira, a Loucura. O próprio Erasmo de Rotterdan, filósofo iluminista, fez todo um livro pra falar da loucura (O Elogio da Loucura).
Dizer que é um tema novo ou que o tal deus do caos louco existe é ridículo, tudo que afeta o homem foi divinizado e até hoje o fascina.

Rodrigo Souza "Freakabout" disse...

olha, primeiro que é abobrinha, não abóbrinha -_-
segundo que em momento nenhum eu disse ser um tema novo, inclusive falei que as referências são antigas, nem disse que Lovecraft baseou Cthulhu no deus sumério de fato, apenas tracei um paralelo entre as semelhanças que existem em ambas as histórias, Conforme algumas teorias que vi. Inclusive deixei o questionamento aberto "seria coincidência?".
E quanto, prezado alquimista, ao "ridículo" fato de dizer que deuses ou entidades não existem não cabe a mim ou a você afirmar. O sobrenatural é um fenômeno presente na vida de muitos, e não deve ser desprezado.

Vitor Dias disse...

Realmente o seu foi o melhor post que eu encontrei sobre o tema "Zalgo". Eu também escrevo em um blog de terror, Days of Legends, e estava querendo postar sobre Zalgo. Você me deu uma excelente ponte para pesquisas e para ampliar o tema, OBRIGADO!

Fragata disse...

Mas o diabo, figura bíblica também tem o intuito de enlouquecer as pessoas. Biblicamente falando, a dúvida e a mentira são as maiores armas que o diabo tem contra o ser humano, a loucura é só uma consequência disso. Se você está louco, é impossível ter fé, é praticamente impossível voltar, você ainda se torna ainda um exemplo do quanto um ser humano pode cair, chega a ser ais eficiente do que simplesmente matar m escolhido de Deus.

Dúvidas e mentira, eu diria que o que Zalgo faz não difere muito do que a figura bíblica do diabo faz, na verdade ele parece ter propósitos bem simples em comparação.

Mas só pra constar: se não me engano, o criador do Zalgo mesmo disse que Zalgo simplesmente não tem origem, esse personagem só "saiu" xD. Mas também acredito que mesmo que inconscientemente ele tenha sido influenciado pelo Lovercraft.

Uma curiosidade: não sei exatamente quando o Zalgo foi lançado, mas parece que foi no fórum Something Awful, aquele mesmo que criou o Slenderman xD